Ser jovem na favela é viver constantemente com a falta de segurança

35265133223_1becef83ce_z

Evento reuniu 80 pessoas no MAR (Thiago Brito/ESPM)

Ser jovem na favela é viver constantemente com a falta de segurança. A frase é de autoria de Adriana Garcia, Elizabeth Branco e Marcia Crespo e faz parte de um comentário sobre a edição do Rio de Encontros realizada no último dia 13 de julho. Com o tema “juventude, segurança e violência”, o evento despertou reflexões que deram origem a textos escritos pelos participantes. Confira alguns deles a seguir: Continuar lendo

Em que mundo cê vive, parça?

35207970680_5e5d5f389b_z

Mais de 70 pessoas prestigiaram o debate (Thiago Brito/ESPM)

O que é ser jovem no Rio de Janeiro? Há várias formas possíveis de se responder a essa pergunta. Uma delas é por meio da arte, como fizeram participantes da edição do Rio de Encontros realizada no último dia 22 de junho. Através da poesia, eles responderam o que é viver espremido entre o mar e a montanha junto a mais de seis milhões de pessoas em uma das maiores cidades da América do Sul. Confira abaixo alguns dos textos: Continuar lendo

Desejos e necessidades dos jovens devem ser ouvidos mais de perto, afirma George Yúdice

35464158541_96df817e34_z

George Yúdice: “A interação de saberes gera inovação social” (Thiago Brito/ESPM)

O nova-iorquino George Yúdice é professor da Universidade de Miami e especialista em culturas urbanas. Ele esteve presente na edição do último dia 22 de junho do Rio de Encontros, que debateu o tema “O que é ser jovem no Rio de Janeiro?”. Em entrevista por e-mail ao nosso blog, o pesquisador comentou a importância dos projetos voltados para jovens, que são seu objeto de pesquisa hoje. “As pessoas que formulam projetos e outras iniciativas devem ouvir mais de perto o que os jovens desejam e precisam”, afirmou.

Continuar lendo

Cineclube ESPM Rio exibe curta Samba e silêncio

20170721_203901

Samba e silêncio: curta de linguagem simples é uma viagem pelo universo das relações humanas (Reprodução/YouTube)

Qual o peso de quem conta uma história? Esses e outros pontos foram debatidos na 2ª sessão do Cineclube ESPM Rio em parceria com o Rio de Encontros. Realizado no último dia 13, o evento apresentou à turma o curta Samba e silêncio, filmado pela diretora Bianca Martino em 2014. Continuar lendo

Parem os tiros. Os dois lados

Charles Siqueira ensina a arte de conciliar interesses no Morro dos Prazeres

2017_07_13_RIO_DE_ENCONTROS_17

Charles Siqueira: ativista atua nos Prazeres há 15 anos (Thiago Brito/ESPM)

Há no Morro dos Prazeres um painel onde se lê: ‘Parem os tiros. Os dois lados’. A obra inusitada é fruto dos esforços de Charles Siqueira. Há 15 anos atuando na comunidade, o ativista explicou como faz para conciliar os diferentes interesses da realidade da favela. Continuar lendo

Guilherme Pimentel fala sobre o Defezap e a violência do Estado

Ativista criou serviço que visa combater os atos de violência por parte do Estado

2017_07_13_RIO_DE_ENCONTROS_9

Guilherme Pimentel: “Falar do Rio sem falar de favela é impossível” (Thiago Brito/ESPM)

O Rio de Janeiro todo é uma favela. O verso da música Favela, da banda O Rappa, foi lembrado por Guilherme Pimentel durante sua participação no Rio de Encontros em 2017. No debate, o ativista abordou a questão da segurança pública na cidade e o papel do Defezap, serviço que visa combater os atos de violência por parte do Estado inventado por ele e amigos. Continuar lendo

Para quem não vê outras alternativas, o tráfico vira espelho, diz Betinho Casas Novas

Repórter fotográfico do jornal Voz das Comunidades falou sobre violência no Alemão

2017_07_13_RIO_DE_ENCONTROS_11

Betinho Casas Novas: “Nosso papel é retratar o que acontece de verdade, seja bonito ou feio” (Thiago Brito/ESPM)

A falta de oportunidades nas favelas leva muitos jovens a enxergar o crime como a única saída possível. Quem dá o alerta é Betinho Casas Novas, repórter fotográfico do jornal Voz das Comunidades e morador do Complexo do Alemão. Durante sua participação no Rio de Encontros em 2017, o convidado falou sobre como é conviver com a violência todos os dias. Continuar lendo