Cineclube ESPM Rio exibe curta Samba e silêncio

20170721_203901

Samba e silêncio: curta de linguagem simples é uma viagem pelo universo das relações humanas (Reprodução/YouTube)

Qual o peso de quem conta uma história? Esses e outros pontos foram debatidos na 2ª sessão do Cineclube ESPM Rio em parceria com o Rio de Encontros. Realizado no último dia 13, o evento apresentou à turma o curta Samba e silêncio, filmado pela diretora Bianca Martino em 2014. Continuar lendo

Parem os tiros. Os dois lados

Charles Siqueira ensina a arte de conciliar interesses no Morro dos Prazeres

2017_07_13_RIO_DE_ENCONTROS_17

Charles Siqueira: ativista atua nos Prazeres há 15 anos (Thiago Brito/ESPM)

Há no Morro dos Prazeres um painel onde se lê: ‘Parem os tiros. Os dois lados’. A obra inusitada é fruto dos esforços de Charles Siqueira. Há 15 anos atuando na comunidade, o ativista explicou como faz para conciliar os diferentes interesses da realidade da favela. Continuar lendo

Guilherme Pimentel fala sobre o Defezap e a violência do Estado

Ativista criou serviço que visa combater os atos de violência por parte do Estado

2017_07_13_RIO_DE_ENCONTROS_9

Guilherme Pimentel: “Falar do Rio sem falar de favela é impossível” (Thiago Brito/ESPM)

O Rio de Janeiro todo é uma favela. O verso da música Favela, da banda O Rappa, foi lembrado por Guilherme Pimentel durante sua participação no Rio de Encontros em 2017. No debate, o ativista abordou a questão da segurança pública na cidade e o papel do Defezap, serviço que visa combater os atos de violência por parte do Estado inventado por ele e amigos. Continuar lendo

Para quem não vê outras alternativas, o tráfico vira espelho, diz Betinho Casas Novas

Repórter fotográfico do jornal Voz das Comunidades falou sobre violência no Alemão

2017_07_13_RIO_DE_ENCONTROS_11

Betinho Casas Novas: “Nosso papel é retratar o que acontece de verdade, seja bonito ou feio” (Thiago Brito/ESPM)

A falta de oportunidades nas favelas leva muitos jovens a enxergar o crime como a única saída possível. Quem dá o alerta é Betinho Casas Novas, repórter fotográfico do jornal Voz das Comunidades e morador do Complexo do Alemão. Durante sua participação no Rio de Encontros em 2017, o convidado falou sobre como é conviver com a violência todos os dias. Continuar lendo

Debate sobre segurança e violência aborda corrupção e legalização das drogas

Participantes do encontro fizeram mais de 20 perguntas aos convidados

2017_07_13_RIO_DE_ENCONTROS_1

Sala lotada na 3ª edição do Rio de Encontros em 2017 (Thiago Brito/ESPM)

A corrupção policial e a legalização das drogas foram alguns dos assuntos debatidos na 3ª edição do Rio de Encontros em 2017. O evento discutiu juventude, segurança e violência no MAR, no último dia 13. Ao todo, os participantes fizeram mais de 20 perguntas. Algumas delas abordaram facetas menos óbvias do tema – como o papel da mulher na luta contra a violência. Continuar lendo

Juventude, segurança e violência: o debate em frases

2017_07_13_RIO_DE_ENCONTROS_2

Plateia acompanha a 3ª edição do Rio de Encontros em 2017 (Thiago Brito/ESPM)

O papel da polícia, as UPPs e a dificuldade de diálogo entre PM e moradores de comunidade foram alguns dos assuntos discutidos na 3ª edição do Rio de Encontros em 2017. Com o tema juventude, segurança e violência, o debate reuniu 80 pessoas na sala 2.2 do MAR na última quinta (13). O repórter fotográfico Betinho Casas Novas, os ativistas Charles Siqueira Guilherme Pimentel e o policial especialista em mediação de conflitos Maciel de Freitas conversaram durante três horas com a plateia. A socióloga Silvia Ramos coordenou o evento.

Confira abaixo algumas das falas mais emblemáticas do encontro: Continuar lendo