Debate “Caminhos para o Rio: economia criativa e cultura maker” em frases

O convidado Batman Zavareze provoca plateia para pensar a cidade de forma criativa. Foto: Davi Marcos (Imagens do povo)

O convidado Batman Zavareze provoca plateia para pensar a cidade de forma criativa. Foto: Davi Marcos (Imagens do povo)

Natural que as questões sobre “como fazer” tenham sobressaído nas perguntas durante o debate que se seguiu à apresentação de Gabi Agustini e Batman Zavareze, convidados para falar do tema Cultura Maker. Mas além de saber mais sobre o caminho das pedras, muitas ideias e reflexões sobre o Rio, as conexões e formas de convivência marcaram o último Rio de Encontros de 2015. Algumas delas estão destacadas nas frases a seguir:

MÚLTIPLAS TROCAS

Admiro muito todas as tentativas de diálogos da cidade”, Gabi Agustini

O Rio de Encontros para mim foi uma oportunidade de poder olhar criatividade, foco, necessidade. Me senti inspirado por eles. Tivemos seis encontros, com temas como inovação, audiovisual, visões inaugurais… Pude ser bombardeado por pessoas e pesquisas maravilhosas. Na real: quem aprendeu nessa história fui eu” – Giovani Marangoni

O processo de montar uma máquina é mais importante do que o resultado.
Esse espaço não é sobre as máquinas ou as ferramentas, mas sobre as pessoas em conjunto construindo coisas” – Gabi Agustini. 

Quando a gente começa esse projeto em Honório Gurgel, a gente não levou nada para lá e encontrou coisas que a gente acha super interessantes. A ideia é encontrar as potências criativas e dar visibilidade ao lugar onde a gente mora” – Victor Hugo Rodrigues

Como fazer para não trabalhar só com jovem de classe média que estudou no São Vicente? Como você incorporou o pessoal de periferia?” – Silvia Ramos

A RIQUEZA DO LIXO

O componente do lixo é bastante central na nossa atuação. Fazer não diz respeito a algo novo, mas também a transformar algo que já existe, criando algo novo em cima” – Gabi Agustini

Na Colônia Juliano Moreira sempre aproveitamos o lixo. O Bispo do Rosário utilizava o lixo. Lixo não é para jogar fora. É para reutilizar”, Bruna Rios

PERIFÉRICOS CONECTADOS

IMG_0249

A convidada Gabi Agustini fala sobre seu trabalho no Makerspace ‘Olabi’. Foto: Davi Marcos (Imagens do Povo)

As tecnologias não são neutras. As funções embutem comportamentos culturais” – Gabi Agustini

A gente é da periferia e não se via representado em nenhum lugar. Por isso criamos a TV Hare, que é uma web emissora. A gente não depende de grandes equipamentos e criamos a primeira web novela do mundo, Geminies. Temos 3 milhões de acesso e como tudo é legendado, por causa da qualidade do som, temos um público deficiente auditivo muito grande” – Denise Kosta

Nosso papel é auxiliar organizações sociais relevantes, trazer olhar da tecnologia e o que está por trás para que se potencialize e transforme a cidade em um lugar mais humano, justo e bom para todos” – Gabi Agustini 

MEIOS E MENSAGENS

Máquinas para laboratórios caseiros geram autonomia para as coisas que estão nas bordas, nas periferias, no sentido amplo. A gente vem estimulando essa criação e trabalhando com parceiros no eixo sul, tentando mostrar ao norte que existe muita coisa importante produzida aqui. É preciso trazer diversidade para esse discurso” – Gabi Agustini

Qual o conselho que você daria pra gente estimular a criatividade?” – Luiz Gustavo

Quando eu estava na faculdade, desejei muito trabalhar com um cara, que era o Gringo Cardia, que fazia várias coisas nos anos 90. Quando tive oportunidade, a primeira coisa que ele me pediu foi pegar uma vassoura e varrer o palco. Naquele momento, entendi que a melhor coisa para ser criativo é ser comprometido. Tem que ter comprometimento. O resto é estrada. A gente vai errando e aprendendo” – Batman Zavareze

Queria saber o que você quer dizer para o mundo com o que você produz. Qual é a interação de sentimento, que faz seu trabalho ser o que é?” – Diogo Rodrigues

Meu objetivo é ser grande. Na impossibilidade de mudar o Brasil, quero mudar o Rio, me envolver em projetos que tenham impacto, que sejam bom pra mim e pra todo mundo” – Batman Zavareze 

Vamos perder o medo das caixas pretas” – Gabi Agustini

ADMINISTRAR TEMPO, CRIATIVIDADE

IMG_0345

O músico Eddu Grau também esteve presente na plateia Rio de encontros. Foto: Davi Marcos (Imagens do Povo)

Como você trabalha o seu eu? Às vezes me sinto sobrecarregado… Como você faz para não ter problema de estômago, estresse?” – Eddu Grau

Acho que a gente tem que ser totalmente emocional para compensar a avalanche de razão que cobre a vida. Não quer dizer que não vai colocar emoção na dose certa, no momento certo. Se a gente competir com o robô, a gente vai perder. Só que eu nunca vou deixar um robô me ganhar” – Batman Zavarese 

Para mim, é difícil gerenciar o que resolver primeiro, e o que resolver depois. Como você lida, separa e classifica os desafios?” – Priscilla Alves de Moura

Aqui eu mostrei uma sequência encapsulada de sucessos. Mas a vida não é isso. A gente vive numa montanha russa danada” – Batman Zavareze 

Criatividade e inovação são coisas diferentes. Criativos todos somos. Inovação é questão de obstinação? Quando foi que você entendeu o seu processo criativo? Você lembra o momento em que o desenvolveu?” – Renata Codagan

Tem uma discussão grande sobre se a criatividade nasce da necessidade ou do foco. Música é muito bom para pensar sobre isso: você não inventa o novo, mas consegue fazer novas combinações, que produzem coisas novas” – Giovani Marangoni

Se eu tiver que aprender, não tenho medo não” – Batman Zavareze

O MOMENTO DA CIDADE

Aqueles meninos eram pra estar aqui com a gente. Nossos pensamentos hoje vão pra esses meninos, essas famílias, esse movimento que está no Parque Madureira”, Silvia Ramos

Esse trabalho começou para sair da crítica e chegar na ação. Moro na região de atuação do Batalhão da Morte, como é conhecido o 9º BPM. Honório Gurgel é separado de Costa Barros, onde os cinco jovens foram fuzilados pela PM, por apenas um bairro, Barros Filho” – Victor Hugo Rodrigues

IMG_0487

Turma 2015 encerra o ciclo de debates do ano. Foto: Davi Marcos (Imagens do povo)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s