Resumo das muitas falas

Ana Enne, Júnior Perim e Ilana Strozenberg: Cultura, política e protagonismo jovem no Rio de Encontros / Foto: Marcelo de Jesus

Ana Enne, Júnior Perim e Ilana Strozenberg: Cultura, política e protagonismo jovem no Rio de Encontros / Foto: Marcelo de Jesus

Convide para a mesma mesa a antropóloga e professora de Estudos  Culturais e Mídia da UFF Ana Enne e o produtor cultural e ativista social Júnior Perim. Junte uma turma de jovens inquietos, articulados , ávidos por direito à fala, a uma plateia heterogênea e qualificada. Essa foi a receita usada para o Rio de Encontros sobre “Política, cultura e protagonismo jovem”, no dia 8 de outubro, na Casa do Saber Rio O Globo. Eis, abaixo, um breve resumo do resultado dessa mistura.

“Tem uma ebulição, um caldeirão, uma profusão de pessoas fazendo cultura e política. Isso gera também muitos incômodos. O que é um ganho é também um problema”
Ana Enne

“Gente, vocês não pediram dinheiro, eu fui educado para pedir dinheiro, porque eu nasci pobre.”
Júnior Perim

“O mundo não cabe em significados presos”
Ana Enne

“O desafio da nossa geração é legitimar o que a gente faz. Não levar para enquadramento num sistema já engessado”
Veruska Delfino

“Eu furei o bloqueio, como Faustini, como Capilé. E nenhum de nós aceitou o lugar de ser sujeito extraordinário. A gente quer dar conta do mundo ordinário, que tem mais gente além de nós”
Júnior Perim

“A desigualdade está num nível inédito na história. Hoje, quem não serve, danou-se”
Ana Enne

 “A gente rala pra caramba, todo mundo está produzindo coisas, mas o acesso aos espaços ainda não é certo e não garante sustentabilidade. A gente quer criar, interferir no plano da discussão simbólica, esse é o nosso dilema: como se faz esse ziriguidum”
Bruno F. Duarte

“Empreendedorismo é uma palavra à qual não se pode ficar desatento: informalidade é empreendedorismo, mas dois terços da população vão envelhecer sem seguridade social”
Ana Enne

“A favela precisa de pessoas que arregacem a manga. O estado quer construir teleférico, enquanto há vários jovens que necessitam de apoio e de suporte”
Willian, da Rocinha

“Tem uma tarefa na disputa política que vai além da cartolina. Neguinho fica cansada depois da manifestação. A tarefa cabe a todo mundo, a gente precisa de mais tarefeiros para a construção de um novo horizonte utópico”
Júnior Perim

“Não posso fingir que a pluralidade é a mais bonita que já vi na história. Sou entusiasta, mas a situação aponta para caminhos muito esquisitos.”
Ana Enne

“Sou polêmico, as pessoas não sabem se vou para a esquerda ou para a direita. Não me sigam, estou na frente”
Júnior Perim

VEJA AS FOTOS DO ENCONTRO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s