Cidadania e hierarquias dos espaços da cidade

A conversa no Rio de Encontros começa com o café da manhã. Foto: Ariel Subirá

Do morro ao asfalto, da Zona Sul à Zona Oeste, da favela ao subúrbio, os contrastes nos espaços urbanos do Rio de Janeiro extrapolam os limites geográficos. O Rio de Encontros põe em debate, no dia 18 de setembro, terça-feira,  o que fundamenta as hierarquias e a notável ambiguidade do encontro e da separação.

Como produzir espaços que fortaleçam a cidadania e a equidade urbana? Que estratégias usar para fortalecer a integração da cidade e articular seus diversos territórios, respeitando suas particularidades? Como estimular o uso da cidade como espaço de encontros e sociabilidade?

Para discutir Cidadania e hierarquias dos espaços da cidade, o projeto Rio de Encontros contará com  Pedro Paulo Cunca Bocayuva, coordenador do Núcleo de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade do BRICS Policy Center; Jorge Barbosa, professor da UFF e coordenador geral do Observatório das Favelas; e Manoel Ribeiro, arquiteto e urbanista.

Para a mediação, convidamos a professora e coordenadora do Programa de História Oral do CPDOC/FGV, Mariana Cavalcanti.

Este ano, o Rio de Encontros, idealizado e realizado por O Instituto, conta com parceria institucional com o IPP – Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos –, apoio da Casa do Saber, e patrocínio da Souza Cruz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s