Sustentabilidade além do asfalto

Mariana Meirelles, diretora do CEBDS, no Rio de Encontros sobre Empreendedorismo e Sustentabilidade (Foto: Ariel Subirá)

Depois da visão da academia, a visão de um conselho, anunciou Mariana Meirelles, vice-presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável, CEBDS. Se Emmanoel Boff trouxe uma experiência de sustentabilidade no campo, ela traria uma experiência urbana, mais especificamente a que o CEBDS vem desenvolvendo nas comunidades pacificadas do Chapéu Mangueira e da Babilônia, no Leme, Zona Sul do Rio de Janeiro.

O estopim para o projeto Rio Cidade Sustentável, segundo Mariana, foi a necessidade que as empresas apresentaram de ver as teorias postas em prática. E também de articular ações em conjunto tanto com o estado como com a prefeitura. “O Rio Cidade Sustentável é um projeto de transformação social, que envolve 12 empresas com características diferentes, de Bradesco a Michelan. Empresas grandes, complexas e diferenciadas, atuando sob a coordenação do CEBDS. O que estamos fazendo lá é um teste. Não é fácil coordenar empresas, dois níveis de estado, além da comunidade”, afirma ela.

O primeiro passo para o projeto foi a seleção do território e a definição do que pode ser considerado transformação social. “Não foi fácil chegar a essa fórmula. Há quem diga que de fato o diagnóstico foi orientado para as ações que a gente queria ofertar. Mas a partir desse diagnóstico, a gente construiu uma visão compartilhada em conjunto com a comunidade, para que ela dissesse o que ela precisava para a melhoria da estrutura local”, explica.

A conversa resultou em sete linhas de ação, cada uma com o apoio de empresas voltadas para os setores em questão. “Não é uma proposta paternalista. O Bradesco entra ofertando um tipo de crédito, o Itau entra com outro, para empreendedores, a Philipps entra oferecendo iluminação. O projeto prevê desde melhoria habitacional, sustentabilidade nas escolas e nos lares, ao desenvolvimento de empreendedorismo”.

No papel, tudo funciona. Na prática, começam os problemas. É preciso lidar com a cooperação em três esferas: o estado, o município e as empresas. “São tempos e movimentos muito diferentes. As empresas vêem a Rio +20 como marco de entrega. Para completar, o ano é eleitoral. Isso tudo gera confusões e assimetrias de comportamento. Gestão integrada é importante, parceria é importante, mas tem a dificuldade do tempo político de cada uma. Há uma demanda reprimida de uma comunidade que quer ações mais efetivas porque está esperando há muito tempo”, expõe Mariana.

O CEBDS tem como horizonte a transformação social e a melhoria de infraestrutura. Mas, antes de tudo, quer testar a metodologia e obter respostas. “Como você integra essas vias e olha para essa comunidade como uma oportunidade de negócio? E aí a gente vê que ninguém está preparado”, pondera Mariana. Os exemplos dão uma noção mais clara da evidente falta de compasso. “A Michelan ofertou um asfalto de borracha, que não está preparado para uma área íngreme. Eles tiveram de voltar ao laboratório e reverter seus processos e criar uma solução tecnológica especifica para esse tipo de situação. Outro exemplo é a oferta de crédito para uma população que não está preparada para esse tipo de negócio. Fica claro que os bancos precisam se remodelar, se redefinir. Outra questão interessante foi a proposta de fazer as hortas comunitárias em cima das lajes, mas nem todas as casas estavam preparadas”, ela enumera a constante necessidade de adaptação.

“Tem sido um grande laboratório, uma grande dificuldade para as empresas, também. Estamos vivenciando na prática, mas de um outro olhar. A gente olha de cima e acha que entende de tudo. Essa experiência tem sido interessante, um aprendizado”.

Segundo Mariana, os maiores entraves estão na dificuldade das articulações e nas expectativas distintas. “A sociedade está acostumada a ver a empresa chegando e dando. A ideia, no entanto, é construir outro tipo de relação”, ela avisa. Os primeiros resultados do Rio Cidade Sustentável serão apresentados na Rio +20.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s