Substâncias sob controle

Renato Cinco fala sobre a Marcha da Maconha, observado pelo mediador Pedro Strozenberg. (Foto: Kita Pedroza)

“Controle de qualidade e rótulo na embalagem da cocaína seriam suficientes para reduzir as taxas de overdose”. Não foi fácil a vida de Renato Cinco no debate. Frases como essa que abre o post pareciam dar frio na espinha de algumas pessoas da plateia. Muitas provocações foram feitas a ele, sobretudo por parte de Beto. Mas o militante do movimento Legalização da maconha – um dos que organizam a marcha – seguiu firme. Fez um pequeno histórico sobre as drogas no mundo. Explicou o processo de criminalização da maconha no Brasil. E contou a trajetória da marcha, que passou por várias fases – e já o levou a ser preso duas vezes – até chegar a ser autorizada em decisão do Supremo Tribunal Federal, este ano.

“Entendemos que a proibição da maconha, e acho que das drogas em geral, não é eficaz, não conseguiu impedir que o número de usuários crescesse, que as drogas se diversificassem”, disse ele. “Essa proibição provoca corrupção no mundo inteiro, mesmo nos presídios mais seguros. E tira da sociedade a possibilidade de regular esse mercado e ter as substâncias sob controle.”

Renato contou ainda que os organizadores da marcha muitas vezes são vistos como repressores, por não deixarem as manifestações virarem terreno de apologia pelos adeptos da “cultura canábica”. “É um movimento político”, define, recomendando a visita aos sites da ONG Psicotropicus e do grupo Growroom, que também tratam da questão com seriedade. Apesar disso, a marcha às vezes gera certa incompreensão de quem acompanha de longe. Ilana Strozemberg comentou, por exemplo, que na sua opinião há um erro de estratégia no grupo, pois o discurso sério e embasado como aquele que estava ouvindo não aparece nas passeatas.

Veja um trecho da fala de Renato:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s