E a palavra é… arrastão!

Se a palavra remoção volta e meia ressurge como um fantasma na imprensa carioca, como contou Fernando Molica, o substantivo arrastão é outro que recuperou sua força nos jornais e telejornais das últimas semanas. “Tenho problemas com esta palavra”, afirmou Marcelo Moreira. “Qual é o padrão? Um assalto num ônibus é arrastão? Para que ficar usando essa palavra de apelo midiático de bobeira, assustando as pessoas? O pior é que, se não usar e por ser da TV Globo, é possível que venha alguém dizer que é postura chapa branca, para defener o governo do estado. Não é nada disso”.

Todos os outros debatedores concordaram que isso é um problema. Gustavo de Almeida lembrou que a palavra “goleada” também gera infindáveis discussões entre jornalistas. Fernando Molica brincou: “Vamos criar uma tabela com número de assaltantes e assaltados”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s